quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Circuitos de Rua obscuros do Brasil

Quando brasileiro quer correr, ele entra numa federação ou liga ou clube, se encaixa em uma das categorias disponíveis, gasta um tutu básico para preparação (E mesmo aquisição) da máquina, e vai para um autódromo, certo?

Quase.

Quando não há autódromos disponíveis, e é interessante levar o esporte a motor para uma certa localidade, o que é de praxe se fazer?

Um circuito de rua.

Muitos se tornam tão conhecidos que acabam virando atração turística (É o caso de Mônaco, por exemplo), outros são montados temporariamente apenas para um evento específico e depois, desaparece como se nunca tivesse existido (Caso do circuito de rua do Anhembi para a Fórmula Indy, por exemplo).

No Brasil, circuitos de rua eram uma tradição nos tempos das antigas, tínhamos o famoso Circuito da Gávea, conhecido como "Trampolim do Diabo" dada a sua periculosidade, e diversos circuitos montados em diversas cidades ao longo dos anos. Atualmente, os dois circuitos de rua em atividade no Brasil fazem parte do calendário da Stock Car: Salvador-BA e Ribeirão Preto-SP. Mas já tivemos uma baita pista na Via Expressa Sul, em Florianópolis-SC, e outra na Enseada do Suá, em Vitória-ES, conhecida como a "Mônaco Brasileira". Nessas duas pistas citadas, corriam até os Fórmula 3.

Com o advento das Ligas Independentes, essas iniciativas podem voltar a surgir.

Quando Geraldo Backer ainda estava vivo, a Fórmula BKR tinha, em sua categoria de turismo (BKR Sport), corridas no autódromo que então se chamava Mestre Álvaro (Serra-ES), no circuito de rua da Enseada do Suá, e vez por outra uma prova em um circuito de rua improvisado em alguma parte do Espírito Santo. Estarei pesquisando esses circuitos de rua misteriosos e desconhecidos e, se eu conseguir, postarei seus traçados aqui.

Com a ajuda de um vídeo e do Google Maps, tendo a Pousada Quebra-Mar como ponto de referência, encontrei o circuito de rua que foi feito na cidade de Conceição da Barra. Como é uma cidade litorânea, propensa ao turismo, pareceria óbvio que montar um circuito ali seria boa ideia.

Eis o traçado. A  curiosidade fica por conta da área de pits, que ficava numa rua adjacente. Uma prova de que QUALQUER cidade pode sediar uma prova de automobilismo de baixo custo.
.E segue aqui um vídeo (Bem malfeito, perdoe a sinceridade!) de uma prova da BKR Sport nesse mesmo circuito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário