quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Formulas 1 Regionais: Fórmula 1 Argentina


Argentino é uma raça que todo mundo conhece. E os que não conhecem, têm uma "leve ideia" do seu comportamento através das piadas, hehehe.



Mas, uma coisa, não dá pra negar: Em matéria de esporte a motor, os argentinos deixam nós, os brasileiros, no chinelo.

Tanto que, eles chegaram a ter a sua própria Fórmula 1!


Na época, ter uma categoria top não era lá assim uma coisa absurda. Afinal, se a Grã-Bretanha e a África do Sul tinham suas próprias Fórmulas 1, com uma nação apaixonada por esporte a motor como é a Argentina não podia ser diferente. Falarei delas em outras postagens.

Mas, enquanto na Fórmula 1 Britânica e na Fórmula 1 Sul-Africana, os chassis e motores vinham das temporadas passadas do Mundial de Fórmula 1, na Argentina, a coisa era diferente: Chassis eram feitos e motores eram preparados lá mesmo na Argentina! Tanto que eles se orgulham disso até hoje!

Infelizmente, nunca houve uma comparação direta, pelo que eu saiba, entre os chassis europeus e os argentinos. Nada como um Questor Grand Prix, que pôs lado a lado os carrões da USAC (Que viriam a ser os Indy anos depois) e os F1 da época. Nem mesmo o Fittipaldi (aka Copersucar) correu na Argentina. (Se corresse, ia dar uma briga, hein?)

Hoje, existe uma reminiscência da Formula 1 Argentina, mas os modelos são todos com design do fim dos anos 80, e os motores não são páreo sequer para os Fórmula 3000, quanto mais para os Formula 1 de hoje.




Até os antigões voltaram à ativa.

Em verdade, a Fórmula 1 Mecanica Argentina é uma mistura de BOSS GP com Historic F1 argentinos. Se bem que, vez por outra, aparece um Dallara, provavelmente de Fórmula 3, adaptado à "nova" categoria.
Chassis Dallara, Motor Renault quatro cilindros... Tem certeza que isso é um "Fórmula 1"?

Chassis Requejo, motor Dodge seis cilindros em linha. Design anos 80, pintura TOTAL anos 80!

E esta é a lista dos motores usados na categoria:

MOTORES HOMOLOGADOS PARA LA F1MA
TORINO
TORNADO
FORD ( Falcon )
CHEVROLET  ( 194 - 230 - 250 )
RENAULT 18  (2.000 c.c.)
RENAULT  FUEGO ( 2.200 c.c. )
PRV  v6 ( Que equiparon a los autos Renault 30, Peugeot 604 y Volvo
PEUGEOT 504
ALFA ROMEO 164  (v6  12 válvulas  3.000 c.c. )
HONDA  Civic  (1.600 c.c. 16 válvulas )
DODGE   Slant Six
DODGE GTX  (  Dos caminos para su uso.   Deberá ser llevado a 4.000 cc. o deberá informar a la categoría por nota o mail sobre su mecánica, para su aprobación. 
AUDI

E por que o Brasil não possui algo parecido, mesmo a um nível amador? Carros de Fórmula 3000, com motor e tudo, não são mais caros do que um Stock Car. Com alguns carros de F-3000, F-Nippon, GP2, AutoGP (Ex-A1GP), World Series by Renault/Nissan (Formula Renault V6/Formula Nissan) e Indy Lights, creio que poderíamos formar um grid diversificado, interessante e de deixar os argentinos de inveja.

2 comentários:

  1. Traveling is fun and here's a place where you could stay which is more affordable and comfortable.

    Hostels in Salta

    ResponderExcluir
  2. Simplesmente GENIAL !!!!!!!!!!!!!!!!!!! Êles conseguem fazer uma categoria maneira dessa e nós não temos competência nem pra manter nossa MAGÈRRIMA fórmula 3!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! A Undy trocou de carro, motor e td, pq não compramos êsse material td que não deve ser muito mais caro que manter im stock? Ah, dece ser pq temos essa seleção idiota do Mani Meneses pra tirar onda!!!!!! QUE POBREZA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir